Tigre 2020 - Análise Copa Libertadores

Tigre 2020 - Análise Copa Libertadores

30 de Março de 2020

O primeiro adversário do Palmeiras na Libertadores da América foi o Tigre da Argentina, em sua segunda participação na competição. Apesar disso, Tigre na verdade pode ser uma zebra na competição. Isso porque chega como rebaixado e campeão ao mesmo tempo.

Tigre manso

A temporada para o Tigre foi, literalmente, mediana. Posto que ao mesmo tempo que o time foi campeão da Superliga da Argentina, foi rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Argentino.

Mesmo tendo impressionado com o título em meio a 2019, o time está longe de ser um dos mais tradicionais do futebol sul-americano. Tanto que foi abatido facilmente pelo verdão em sua estreia na Libertadores.

Apesar de já logo de cara ter perdido para o Palmeiras, o time pode ser uma zebra entre as rodadas. Principalmente quando lembramos que sua vaga foi devido a conquista de um título sobre o Boca Juniors.

Reforços da alcateia

À época do título que culminou em sua vaga para a Libertadores, o Tigre tinha como peça principal o meia Montillo. Entretanto, preferiu deixar a equipe para compor o elenco do Universidad do Chile.

Para seu lugar, o time contratou Marcelo Larrondo, atacante que antes atuava pelo River Plate. Além dele, o Tigre tem fé em seu capitão e ídolo de 33 anos, o meio-campo Sebastian Prediger. Assim como o capitão, outro ídolo da torcida é o atacante que fará dupla com Larrondo, Carlos Luna, com 113 gols.

Tigre líder

O comandante da alcateia é o técnico Gorosito, o qual foi responsável por levar o time ao vice-campeonato da Copa Sul-americana. Isso mesmo, o tigre foi o time que não voltou em campo na final contra o São Paulo, dando o título ao tricolor paulista.

Além da façanha, ou vexame, de 2012, o técnico conseguiu com que o time se classificasse para a Libertadores de 2013. Sendo que esta foi sua primeira participação na competição. Logo, foram 7 anos para que o time conseguisse se classificar novamente para a copa.

Na ocasião, coincidentemente, o Tigre também teve o Palmeiras em sua chave, enfrentando-o. Para a surpresa de muitos, o time se classificou para os playoffs da Libertadores. Porém, não passou das oitavas de final, quando foi eliminado pelo Olímpia do Paraguai.

Atualmente, o técnico Gorosito retorna ao time com duas grandes missões para o Tigre. Ainda que a Libertadores seja muito importante, a principal é fazer com que o time retorne à elite do futebol argentino. Entretanto, o Tigre pode sim vir a ser a zebra da Libertadores.

Campanha atual do Tigre

Como mencionamos, o principal projeto do técnico Gorosito seja carregar o time de volta à primeira divisão do campeonato argentino. Todavia, o Tigre tem sofrido mesmo na segunda divisão do campeonato argentino.

Diferentemente do campeonato brasileiro, o dos Hermanos possuem 2 chaves, onde 4 times de cada chave classificam para o mata-mata. O problema é o Tigre sequer está se classificando para a próxima fase do torneio. Posto que em 20 jogos, acumula apenas 28 pontos, e ocupa a 5ª posição do grupo.

Quando falamos do Tigre na Libertadores a situação piora, pois até agora o time só acumulou derrotas. Ambas o time perdeu por um placar de 2 x 0, sendo a primeira contra o Palmeiras, e a segunda contra o Bolívar.

Apesar do mau início na Libertadores, o Tigre ainda tem 4 jogos pela frente, e pode ser uma zebra no grupo. Além disso, devemos lembrar que o time conquistou sua vaga através de um título, e pode vir a surpreender.