Botafogo no Brasileirão 2020 - Análise

Botafogo no Brasileirão 2020 - Análise

24 de Março de 2020

O Botafogo entrou em 2020 com grandes projetos de reestruturação na parte administrativa do clube. No entanto o foco principal continua sendo o bom desempenho dentro de campo. Veja o que esperar do Botafogo no Brasileirão.

Botafogo S.A: Avanços no projeto clube-empresa

O Botafogo entende que a boa estrutura organizacional reflete nos bons resultados dentro de campo. Logo, a diretoria vem estudando a algum tempo a possibilidade da equipe se tornar um clube-empresa, seguindo o modelo já praticado na Europa. 

Então, o clube vem se movimentando para se organizar internamente para essa transição, no entanto sem deixar de lado o investimento no time.

Em meio a isso, a diretoria apresentou um orçamento de R$ 200 Milhões para temporada. A verba é menor do que as dos dois últimos anos:

  • 2018 – O orçamento anual foi de R$ 208 Milhões
  • 2019 – O orçamento no ano passado foi de 204 Milhões 
  • 2020 – A propostas é R$ 200 Milhões

Reforços: Chegada de Honda e Cia

O Botafogo foi para o mercado afim de reforçar a equipe para temporada e fez bons negócios. O Japonês Honda foi sem dúvidas o mais esperado.

Milhares de torcedores foram recepcioná-lo no aeroporto, e posteriormente, acompanharam sua apresentação dentro de campo. O clube estima que haviam cerca de 13 mil torcedores para apresentação de Honda.

O japonês chegou com toda moral, mas Bruno Nazário, no entanto foi quem apresentou melhor resposta dentro de campo. Marcou gols e se firmou entre os titulares. O jogador toma conta do meio de campo ao lado de Honda.

Mais tarde o clube apresentou também outro reforço de qualidade, o “Loco” Cortez também é meio campo e vai ser opção de dupla de Honda.

Troca de técnico: Valentin é dispensado após Eliminação Precoce na Guanabara

O Início do Botafogo na temporada não foi muito satisfatório. Logo a equipe não conseguiu se classificar para as finais da Taça Guanabara. A derrota por 3×0 para o Fluminense na última partida da primeira fase foi a gota d’água para a diretoria que optou pela demissão do Técnico Valentin.

Então o clube trouxe o Técnico Paulo Autuori para comandar a equipe. Paulo já é um velho conhecido do Botafogo, e essa será sua quarta passagem pelo time.

O contrato de tempo indeterminado aponta um salário de 200 mil. Além disso, o clube estuda oferecer o cargo de coordenador dentro do projeto Botafogo S.A.

Análise do Botafogo para o Brasileirão 

O Botafogo iniciou o ano com grandes promessas para a torcida. No entanto, dentro de campo não encantou. Após derrotas em clássicos e eliminação precoce no carioca a torcida se mostrou preocupada com o desempenho da equipe ao longo do ano. Veja a seguir os pontos forte e fracos do fogão.

Pontos fortes

A equipe de Paulo Autuori possui um bom poder ofensivo e está bem postado taticamente do meio pra frente. Com a estrela Honda e o bom futebol de Bruno Nazário a Torcida do Botafogo pode esperar bons frutos da equipe.

Pontos fracos

O problema do fogão é no setor defensivo. Apesar de estar seguro no gol que é defendido pelo Gatitto e ainda tem como opção o Veterano Cavalieri, a equipe ainda busca entrosamento entre os homens de defesa.